Santidade ao Senhor – Os ídolos do coração no mundo pós-moderno

Ainda existem pessoas que acreditam que ídolos são apenas imagens de escultura que o homem presta devoção. Na época do profeta Ezequiel, os anciãos foram confrontados com uma outra espécie de ídolos. Deus disse claramente ao profeta: “estes homens levantaram os seus ídolos dentro do seu coração”. Ez 14

A Bíblia nos fala que o primeiro grande mandamento (na verdade o resumo da primeira parte dos 10 mandamentos) é “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.” Somos seres adoradores, feitos para adorar. Adoramos a Deus ou qualquer outra coisa. Sabemos que ninguém jamais amou a Deus plenamente conforme o primeiro grande mandamento, exceto Jesus Cristo, por isso ele veio até nós para nos libertar e nos dar vida. Logo, se nosso coração não adora a Deus plenamente, e ele foi feito para adorar, naturalmente que o mesmo se inclina para adorar e prestar devoção a qualquer outra coisa nesta vida. O que ocorre é que levantamos ídolos dentro do coração.

Não é difícil para ninguém reconhecer que determinadas coisas exercem um grande fascínio e domínio sobre o coração do homem, como  por exemplo a conhecida tríade: “dinheiro, sexo e poder”. E não é sem razão que lemos na Bíblia que o “amor ao dinheiro é a raiz de todos os males” 1a Tit 6.10. Evidente que “dinheiro, sexo e poder”, não são um problema em si, mas o “amor” a determinadas coisas que não a Deus se torna um grande problema em nossa vida. Vemos todos os dias pessoas, famílias, carreiras… serem destruídas pelo fascínio de uma destas tríades. Ainda que o problema não esteja no objeto em si, mas no coração do homem que o transforma em um ídolo, acredito que determinados elementos se encontram na categoria do que poderíamos chamar de “amplificador psíquico”, como disse Tom Shippey: “toma os desejos mais profundos do coração e os eleva a proporções idolátricas.” No entanto, Timothy Keller em seu livro “Deuses Falsos” nos lembra que qualquer coisa que se torna central em nossa vida pode se tornar um ídolo por mais legítimo que seja, como por exemplo: família, filhos, carreira, sucesso, conquistas, aclamação da crítica, respeito e reconhecimento social.

Se você quiser saber qual seu ídolo, basta responder para você mesmo com sinceridade a esta pergunta feita por Tim Keller: “O que é que me dá mais medo? O que é que se for perdido fará com que a minha vida deixe de valer a pena?” Você descobrirá qual seu ídolo.

Por fim, David Powlison em seu livro “Ídolos do coração e Feira das Vaidades”, ao comentar sobre o texto de 1a Jo 5.21 “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos” afirma que esta passagem “deixa-nos com a questão mais básica com que Deus confronta o coração humano: alguém ou alguma coisa que não Jesus Cristo tem controlado a confiança de nosso coração, como objeto, preocupação, lealdade, serviço ou prazer? É uma questão que influi a motivação imediata de nossos comportamentos, pensamentos e sentimentos. Foi Jesus mesmo quem disse: “porque, onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” Lc 12:34

Este tema é profundo e complexo, pois trata da realidade do coração humano, uma verdadeira “Fábrica de ídolos” que se depara com um mundo que poderíamos chamar de uma “Feira de vaidades”. Este processo é tão antigo quanto o homem, no entanto, parece que encontrou na pós-modernidade oportunidades de se desenvolver sem limites. Vamos caminhar juntos nesta jornada onde teremos a oportunidade de conhecer mais a nós mesmos na medida que conhecemos a Deus. Vamos deixar que a Palavra de Deus nos conduza nesta jornada para um caminho de verdade e liberdade. Deus quer nos libertar e nos guardar disto, por isso recomenda: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Pv. 4:23.

Os ídolos das religiões pagãs primitivas eram exigentes, e os ídolos da pós-modernidade são mais exigentes ainda. É um fardo muito pesado e a nossa geração não está mais suportando carregá-lo. Jesus sabendo disso, nos convida para abandonarmos estes ídolos e redirecionarmos nosso coração para Ele: Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Mt. 11:28-30

Nova série de mensagens na Igreja Presbiteriana Vila Alpes: ”Ídolos do coração no mundo pós-moderno.” Aos domingos 19h. Esperamos sua visita. http://www.ipvalpes.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s